Ver todas noticias

Abertura de mercados externos dever√£o estar entre as prioridades -

O presidente da Unica listou também entre as prioridades a abertura de mercados externos para o etanol brasileiro, principalmente para Estados Unidos e União Europeia, dois principais destinos do bicombustível. Segundo ele, as tarifas elevadas impedem a entrada do etanol de cana-de-açúcar em condição de competir com produtos locais menos eficientes, pois são produzidos a partir de grãos. Ainda de acordo com Jank, o marco regulatório específico para os biocombustíveis evitaria ainda problemas pontuais de oferta do etanol, que levam o consumidor a utilizar gasolina nos veículos flex fuel, cenário que já é previsto para ocorrer em 2011. "Estamos preocupados porque se não fizerem nada os carros flex vão usar mais gasolina em 2011", concluiu. (Agência Estado)-MDC

Site da Eclipse