Ver todas noticias

Enquanto o Congresso Mundial de Etanol acontece na Suíça...

A estimativa dos organizadores do evento é de que a produção de etanol cresça até 12% em 2010, depois de dois anos de crise profunda. Mas a grande novidade deste ano, para os analistas, é a posição dos Estados Unidos que, em apenas cinco meses, já haviam exportado o mesmo volume que venderam em todo o ano de 2009. Até setembro, as vendas haviam chegado a mais de 700 milhões de litros para o exterior. O país já era o maior produtor de etanol. Mas consumia grande parte da produção. Em fevereiro, os americanos deram os primeiros sinais de que poderiam se tornar líderes no setor. Naquele mês, exportaram 151 milhões de litros do combustível, segundo dados da consultoria F. O. Licht. No mesmo mês, as vendas brasileiras ao exterior haviam caído para 120 milhões de litros.-MDC

Site da Eclipse