Ver todas noticias

Energia brasileira é uma das mais caras do mundo

Esta afirmação é feita pelo presidente da Alcoa, empresa produtora de alumínio, que chegou ao Brasil há quase 50 anos, atraída pela grande reserva de bauxita e pelos preços baixos da energia elétrica, principais insumos necessários para se produzir os lingotes de alumínio. Hoje, a fabricante de alumínio americana ainda encontra no Brasil a terceira reserva do minério do planeta, mas a energia é uma das mais caras do mundo. "Neste ponto temos que ter um componente importante de política pública", diz Franklin L. Feder, presidente da Alcoa América Latina e Caribe. Um conjunto de sugestões na área de energia será feito por Feder e líderes de outras 26 empresas com a articulação do Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (GVces) e depois entregues ao governo de transição e à presidente eleita Dilma Rousseff.-MDC

Site da Eclipse