Ver todas noticias

BP e Cerradinho acertam acordo

O grupo sucroalcooleiro Cerradinho e a BP (ex-British Petroleum) devem assinar na primeira quinzena de dezembro o acordo no qual a petroleira ficará com 50% de participação nas três usinas do grupo paulista. A data inicialmente marcada para a assinatura é 10 de dezembro, e o acordo deve prever gestão compartilhada dos ativos da Cerradinha, novo alongamento de dívidas e investimentos em cogeração de energia. Segundo fontes ouvidas, o conselho de administração da Cerradinho terá cinco cadeiras. Duas serão ocupadas por representantes do grupo paulista e as outras duas, por integrantes da petroleira. O quinto assento será destinado a um membro independente. Com mais essa aquisição, a companhia inglesa passará a ter no Brasil participação em ativos de açúcar e álcool com capacidade total de processamento de 12 milhões a 13 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. O número considera os 9 milhões a 10 milhões de toneladas totais do grupo Cerradinho e os 2,5 milhões de toneladas da Tropical Bioenergia (Edéia-GO), primeira usina adquirida pela da BP no país, em 2008, e que tem como sócias a francesa Louis Dreyfus e o Grupo Maeda, hoje controlado pelo fundo Arion Capital. A petroleira reforça também sua atuação global em biocombustíveis que, desde 2006, demandou da companhia investimentos de US$ 1,5 bilhão.-MDC

Site da Eclipse