Ver todas noticias

Produzir a√ß√ļcar ser√° mais vantajoso do que produzir √°lcool at√© 2012

A elevação dos preços do açúcar no Brasil, maior produtor mundial, deve tornar a produção da commodity mais vantajosa que a de etanol nos próximos dois anos. A afirmação é de Marcos Lutz, executivo-chefe da Cosan S/A, durante conferência da Organização Internacional de Açúcar (OIA), realizada em Londres. Os preços do açúcar dispararam no mercado brasileiro nas últimas semanas, alcançando o recorde de US$ 0,40 por libra-peso em algumas regiões, por causa da expectativa de que a estiagem recente nas áreas produtoras prejudique o desenvolvimento da cana da safra 2011/12. Atualmente, o valor do açúcar é o dobro do praticado no etanol no mercado doméstico e muitos observadores prevêem que o preço continuará alto em 2011. A oferta mundial, acreditam, seguirá atrás da demanda, após dois anos de déficit de produção global. "Não vemos o etanol mais caro que o açúcar nos próximos dois anos", disse Lutz. Segundo ele, a Cosan, que tem 60% de seus negócios concentrados no açúcar, tem procurado diversificar, refinando o açúcar bruto para tirar vantagem da elevação dos preços. Em 2009, a companhia investiu em quatro usinas, com produção total de 400 mil toneladas. O investimento foi recuperado em um único ano. (Agência Estado-MDC

Site da Eclipse